Adoro o quadro de Petrus Christus de 1449. Ele é uma obra fantástica e também uma alegoria que bem representa Santo Elói (Eligius) em sua oficina, caso ele fosse contemporâneo do pintor (sim, estamos falando de uns 800 anos de anacronismo e uma mudança para Bruges, rs). Fui pagar meus respeitos a personagem e ao pintor no MET em junho e paguei foi o mico completo com foto e tudo

 

Conto novamente sua história:

Elói, ou Eligius, morreu em 1° de dezembro do ano 660. Conta a tradição que ele era um exímio prateiro e ourives. Por isso foi convocado para fazer um trono inteiro de ouro e gemas preciosas para Clotário II. Sem roubar uma grama sequer, ele fez não apenas um, mas dois lindos tronos. Como reconhecimento por tamanha perícia e honestidade, a ele foi dado o cargo de ourives do rei. Famoso por sua generosidade com os mais pobres, ele também foi o responsável pela construção de numerosas igrejas, monastérios, abrigos e oficinas diversas (entre elas a primeira oficina de esmaltação de Limoges). Ele foi nomeado bispo de Noyon e Tournai, por Dagoberto I, de quem foi também conselheiro real, e continuou seu trabalho com os pobres até o fim de sua vida. Também conta-se que ele realizou ao longo da vida inúmeros relicários que ainda se encontram espalhados pelo território francês.

Tags: , , ,