Espalhe

Isto é o que acontece quando um fotógrafo, que também é joalheiro, resolve brincar. José Terra, el namoradón, brincando com lentes e gemas.

Fazer fotos de joias é bem difícil. As superfícies costumam refletir tudo que está ao redor da cena, as gemas exigem muita atenção para não terem sua cor alterada pela iluminação e é preciso muito atenção ao posicionar a peça para passar sua tridimensionalidade.

Quando fazemos fotos para nosso arquivo particular muitas dessas exigências se perdem e o arrependimento bate quando precisamos mostrar nosso portfolio para alguém. Isso sem falar nas peças que nem são registradas porque são encomenda de última hora. Eu mesma já corri para salão de beleza para pendurar brincos em madrinha de casamento que já estava na cadeira do maquiador. Ufa! No mais é preguiça, falta de tempo ou de grana, inabilidade e falta de um bom fotógrafo por perto.

Ao realizarmos fotos para e-commerce, vale menos o Photoshop e mais a boa iluminação e posicionamento da joia, para garantir que entregamos o que está na foto, rs.  Já as dimensões da peça precisam ser garantidas por algum objeto em cena. Para os mais abastados e mais organizados, pode ser uma modelo de carne e osso. Abastados porque tem um custo colocar uma mulher linda maquiada e penteada num estúdio e clicar. Organizados, porque haja antecedência para ter um conjunto grande de peças para ser fotografado. Bom, para os demais vale um manequim, uma régua ou até mesmo uma prima bonitinha. O importante é que o consumidor perceba o tamanho do acessório e não confunda anel com pulseira, rs.

Já quando falamos de fotos de joias para campanhas publicitárias, a conversa é completamente diferente. O fotógrafo tem que ser profissional e saber muuuito de joias. Não consigo folhear uma grande revista de moda sem perceber terríveis erros. Pode ser simplesmente duplicar um brinco para facilitar o tratamento de imagem ou aplicar uma joia no corpo de uma atriz famosa com o velho e bom photoshop. Ah, tá. Vocês acham que é só peito, braço e perna que aparecem e desaparecem em fotos? Para completar, tem quem goste de fundo com espelhamento e tem quem prefira tons de branco ou preto ou cinza opacos, que não interfiram nas peças. Eu particularmente acho que isso vai depender da marca, da peça e até mesmo do veículo. O que importa no fundo é ter uma foto deslumbrante e que atraia o olhar das pessoas no meio daquele catálogo telefônico que estão se tornando as revistas de moda.

Mas se nada disso convencer, pelo menos foco e um fundo digno, tá?

Num super fundo branco Harry Winston expõe seu colar com safiras Padparadscha e diamantes

Fundo preto total sem nenhum reflexo para quebrar. Assim Robert Procop apresenta seu colar com citrinos em ouro amarelo

The Three Graces, um modelo de ecommerce de joias. Fotos de tiara com topázios e diamantes em ouro amarelo, do período eduardiano

Tags: , ,