Depois dos livros sobre a Boucheron e a Van Cleef & Arpels, Vincent Meylan conta a história da Mellerio dits Meller

Meu sonho de consumo, já que me dei o livro de presente de aniversário, é ser pesquisadora para este cara. Já imaginou a vida dificílima que ele tem indo de joalheria em joalheria para escarafunchar arquivos e descobrir maravilhas?

Como eu não conheço o acervo do Staatliche Museen zu Berlin, resolvi pedir este presentinho de aniversário. Deu certo e estou lentamente saboreando esta maravilha

Taí um livro que vale a pena. A curadoria nada preconceituosa permitiu ter, no acervo do museu e no livro, joias das mais diversas culturas, inclusive um exemplar lindo de plumária brasileira.

Sabe o livro que eu queria escrever? Está aqui

Esta foi minha primeira reação ao começar a ler o livro da Francesca Romana Diana. Não é seu primeiro livro, o anterior tratava de gemas brasileiras. Este fala ao coração das mulheres, pois seu assunto é pura e simplesmente joias. Texto curto, bem escrito, raros furos (o que é o máximo em se tratando de um livro sobre joias) e a maioria deles causada por uma diferença sutil de ponto de vista. Francesca é italiana, nasceu num dos berços da joalheria como conhecemos hoje e sua visão está inegavelmente marcada por isso. Uma ou outra coisinha escapa, mas a gente ganha muito mais sabendo como ela e seus entrevistados pensam. Super vale a pena!

O livro da Janiene é o otras cositas más do título e fala sobre o zeitgeist

Já que todo mundo a-d-o-r-a falar de tendências em joalheria, é uma boa ideia saber sobre o que se está falando, não acham? O livro não fala de joias, mas fala de comportamento de consumo. Embora as joias não estejam tão subordinadas à moda, ultimamente o ramo balança ao sabor das ondas das temporadas. A prova: desde 2010 há lançamentos de alta joalheria na semana de moda parisiense no meio do ano. Então vale à pena acompanhar a reflexão sobre comunicação, consumo e comportamento. De brinde, uma ótima bibliografia.

Pronto. Divirtam-se.

 

Tags: , , , ,